Os melhores filmes de 2020

Os 20 melhores filmes de 2020

Por Fernando Oriente

Em um ano absurdo – com salas de cinema fechadas, eventos cinematográficos cancelados, festivais e mostras acontecendo online e filmes lançados direto em streaming ou VOD – a lista de melhores do ano do Tudo Vai Bem sofreu mudanças radicais na seleção dos títulos. Em primeiro lugar, não tive como assistir a alguns títulos lançados ao longo do ano que me parecem muito bons, por outro lado a oferta de filmes online ou em streaming aumentou como nunca. Resumindo, a lista dos melhores de 2020 do blog inclui filmes lançados no cinema – antes e depois do fechamento total das salas – e títulos vistos nos mais variados suportes, do streaming à TV.

Um quesito foi fundamental, incluí apenas filmes que tiveram sua primeira exibição no mundo em 2020 e alguns em 2019. Com um número maior de obras “selecionáveis”, a lista conta com 20 filmes na ordem – mais ou menos e até o momento – da minha preferência. Essa maior liberdade na escolha dos títulos faz com que os filmes dessa lista sejam excelentes ou, no mínimo, muito bons.

‘Vitalina Varela’, de Pedro Costa, só não está em primeiro lugar porque assisti em 2019 em uma sessão presencial em Belo Horizonte programada pela Zeta Filmes, que é a distribuidora do filme no Brasil. Essa obra-prima, último longa de Costa, foi exibida online ao longo de 2020 no país, dentro do Indie Festival e em outras ocasiões especiais.

Os 20 melhores filmes de 2020

  1. ‘Dias – Days’, de Tsai Ming Liang. (Taiwan)
  2. ‘The Woman Who Ran’ de Hong Sang-soo. (Coréia do Sul)
  3. ‘Liberté’, de Albert Serra. (França/Alemanha)
  4. ‘O Ano do Descobrimento’, de Luis López Carrasco. (Espanha)
  5. ‘Luz  nos Trópicos’, de Paula Gaitán. (Brasil)
  6. ‘O Caso Richard Jewell’, de Clint Eastwood. (EUA)
  7. ‘City Hall’, de Frederick Wiseman. (EUA)
  8. ‘Le Sel des Larmes – O Sal das Lágrimas’, de Philippe Garrel. (França)
  9. ‘Lua Vermelha’, de Lois Patiño. (Espanha)
  10. ‘Os Sonâmbulos’, de Tiago Mata Machado. (Brasil)
  11. ‘First Cow’,  de Kelly Reichardt. (EUA)
  12. ‘Fourteen’, de Dan Sallitt. (EUA)
  13. ‘Responsabilidade Empresarial’, de Jonathan Perel. (Argentina)
  14. ‘Retrato de Uma Jovem Em Chamas’, de Céline Sciamma. (França)
  15. ‘Los Conductos’, de Camilo Restrepo. (Colômbia)
  16. ‘Sibéria’, de Abel Ferrara. (Itália)
  17. ‘Nariz Sangrando, Bolsos Vazios’, de Bill Ross IV e Turner Ross. (EUA)
  18. ‘Canto dos Ossos’, de Jorge Polo e Petrus de Bairros. (Brasil)
  19. ‘Não Haverá Mais Noite’, de Éléonore Weber. (França)
  20. ‘Yãmiyhex – As Mulheres-Espírito’, de Sueli Maxakali e Isael Maxakali. (Brasil)

‘Dias – Days’, de Tsai Ming Liang