Os 20 Melhores Filmes d década de 1990

Os 20 Melhores Filmes dos anos 1990 (+22 menções)

Por Fernando Oriente

Aqui está a lista com meus 20 filmes de longa-metragem favoritos da década de 1990 (+ 22 filmes em menção). Aproveito para fazer uma nova publicação aqui no blog, já que minhas pesquisas e trabalhos têm me impedido de escrever mais para esse espaço. Em breve retornarei com a publicação de novas críticas, artigos e ensaios. Agora a lista dos anos 1990:

  1. “Nouvelle Vague”, de Jean-Luc Godard (França, 1990)
  2. “Van Gogh”, de Maurice Pialat (França, 1991)
  3. “Um Dia Quente de Verão”, de Edward Yang (Taiwan, 1991)
  4. “Vive L’Amour”, de Tsai Ming Liang (Taiwan, 1994)
  5. “Carlito’s Way” (O Pagamento Final), de Brian De Palma (EUA, 1993)
  6. “A Bela Intrigante” (La Belle Noiseuse), de Jacques Rivette (França, 1991)
  7. “Blackout”, de Abel Ferrara. (EUA, 1997)
  8. “O Vale Abraão”, de Manoel de Oliveira (Portugal, 1993)
  9. “Satantango”, de Béla Tarr (Hungria, 1994)
  10. “Crash”, de David Cronenberg (Canadá, 1996)
  11. “Beau Travail”, de Claire Denis (França, 1999)
  12. “Vida e Nada Mais” (E a Vida Continua), de Abbas Kiarostami (Irã, 1992)
  13. “A Comédia de Deus”, de João César Monteiro (Portugal, 1995)
  14. “Antígona”, de Jean-Marie Straub e Danièle Huillet (Alemanha, 1992)
  15. “A Enguia”, de Shohei Imamura (Japão, 1997)
  16. “A Perfect World” (Um Mundo Perfeito), de Clint Eastwood (EUA, 1993)
  17. “La Naissance de L’Amour”, de Philippe Garrel (França, 1992)
  18. “Flores de Xangai”, de Hou Hsiao-Hsien (Taiwan, 1998)
  19. “Alma Corsária”, de Carlos Reichenbach (Brasil, 1993)
  20.  “Showgirls”, de Paul Verhoeven (EUA, 1995)

+ 22 Menções – Filmes que poderiam estar entre os 20

  • “Céline”, de Jean-Claude Brisseau (França,1992)
  • “Conto de Verão”, de Eric Rhomer (França, 1996)
  • “A Estrada Perdida” (Lost Highway) de David Lynch (EUA, 1997)
  • “Hana-Bi”, de Takeshi Kitano (Japão, 1997)
  • “Caro Diário”, de Nanni Moretti (Itália, 1993)
  • “Drácula, de Bram Stoker”, de Francis Ford Coppola (EUA, 1992)
  • “Ossos”, de Pedro Costa (Portugal, 997)
  • “Tudo É Brasil”, de Rogério Sganzerla (Brasil, 1997)
  • “Do Leste”, de Chantal Akerman (Bélgica/França, 1993)
  • “O Viajante”, de Paulo César Saraceni (Brasil, 1998)
  • “Heat” (Fogo Contra Fogo), de Michael Mann (EUA, 1995)
  • “São Gerônimo”, de Júlio Bressane (Brasil, 1999)
  • “Vampiros”, de John Carpenter (EUA, 1998)
  • “Cure”, de Kiyoshi Kurosawa (Japão, 1997)
  • “Los Náufragos”, de Miguel Littin (Chile, 1994)
  • “Casino”, de Martin Scorsese (EUA, 1995)
  • “A Carne”, de Marco Ferreri (Itália, 1991)
  • “O Vigilante”,  de Ozualdo Candeias (Brasil, 1992)
  • “Les Amants du Pont-Neuf”,  de Leos Carax (França, 1991)
  • “Tiros da Broadway”, de Woody Allen (EUA, 1994)
  • “A Viagem”, de Fernando Solanas (Argentina, 1992)
  • “Audition”, de Takashi Miike (Japão, 1999)

*A lista foi feita a pedido de Pedro Lovallo para uma pesquisa com diversos críticos sobre o cinema dos anos 1990.

**Decidi colocar apenas um filme por diretor, para tornar a lista mais ampla na variedade de filmes.

‘Nouvelle Vague’, de Jean-Luc Godard